A fé move montanhas e cães !

Eu posso dizer que sou uma veterinária abençoada.

Nestes quase 4 anos de formada conheci alguns anjos caninos, e um deles dei o nome de Herói Vitorioso.

Eu teria aqui páginas e páginas para contar a respeito deste cão pois aprendi muitas coisas com ele.

Na verdade quando o Herói apareceu na minha vida eu tinha apenas alguns meses de formada, e sabia que ele seria um grande desafio.

O Herói foi encontrado na porta de um condomínio perto de um outro pet onde eu trabalhava.

A dona do pet me trouxe ele e perguntou se eu poderia fazer alguma coisa.

Quando olhei para aquele cão quis me certificar várias vezes de que ele estava realmente vivo pois não acreditava no que eu estava vendo.

Ele era pele e osso, mais osso do que pele na verdade, e tinha uma lesão (corte) profundo onde eu conseguia ver todo o seu fêmur e ainda uma abertura abdominal onde era possível visualizar suas vísceras.

Como isso seria compatível com a vida?Pois bem, este cão não esboçou nenhuma reação. Nem de dor, nem de alegria. Parecia uma boneco de cera imóvel.Imaginem o meu desespero, afinal não sabia muito lhe dar com aquela situação.

Pedi auxilio para alguns colegas de profissão e as opiniões foram diversas.A maioria das pessoas foram contra qualquer tentativa de tratamento para este cão.

Algumas pessoas diziam que era porque ele era um cão de rua, e outras diziam: para que salvar se é mais fácil realizar a eutanásia!!!Mas graças à Deus disse não para todas as opções e fui firme, sem pensar duas vezes coloquei na minha cabeça que iria salvar aquele cão.

Eu tinha muita Fé na recuperação dele.E depois de muita luta, muitos remédios, muito sofrimento do Heróizinho consegui enfim faze-lo andar de novo.Simmmm pois esqueci de dizer que o Herói passou 2 meses sem ANDAR dentro de uma gaiola do pet shop.

Mas isto foi necessário para a sua recuperação.Quanto ao corte que ele tinha, acho que da para ver nas fotos que a ferida estava coberta de larvas de mosca, vulgarmente chamada de BICHEIRA.

E acreditem, foi a maior bicheira que limpei na minha vida.Além das larvas da pata, ele tinha bicheira nos membros superiores e no céu da boca.Acharam que o Herói não andaria mais, que ele ficaria manco, e que precisaria de incherto na pata.

Mas a única coisa de que ele precisava era amor, carinho, atenção, comida, medicações e disposição de alguém para cuidar dele.

E isso ele teve.Depois de dois meses o Herói gritava de felicidade pois estava andando novamente.Alguns dias após a sua recuperação o Herói foi castrado e adotado.

Antes de comentar sobre a adoção não posso deixar de contar aqui uma das minhas traquinagens quando ainda morava com a minha mãe.

No dia em que ia levar o Herói embora para a casa da nova dona não tinha onde deixa-lo, e minha mãe nem queria saber de outro animal dentro da minha casa.

Tadinho do Herói, ele entrou em casa dentro de uma mala e dormiu dentro do me guarda-roupas.

Eu sei que vcs devem estar pensando na judiação!! Mas esta era a nossa única opção rsrsrs!Graças à Deus consegui um lugar maravilhoso para ele ficar.

Ele foi adotado por uma amiga minha, a Gabi que ama tanto os animais como eu.Além de uma dona maravilhosa, o Herói ganhou uma casa grande e uma amigona para viver com ele, a Mel.

Ufa, acho que a missão foi cumprida né??

A Fé move montanhas gente!